Tags

, , , , , , , , ,

Recentemente foi realizada uma pesquisa internacional sobre o uso do tamanho correto de sutiã. A conclusão foi impressionante: na média, 50% das mulheres do mundo usam sutiã do tamanho errado. No Brasil, este índice sobe para 75%. Ai você me pergunta: “- Mas como assim? Eu uso sutiã há 18, 20, 30 anos!” Sim, e pode ser que use errado. Hoje devido ao aumento das consumidoras de tamanhos variados, a indústria oferece uma grande variedade de medidas. Não é só o uso de silicone, ou cirurgia para diminuir o volume dos seios que influência esta mudança. Atividades como a prática de MMA, musculação, natação e até a própria anatomia da pessoa pode fazer com que ela não se encaixe na medida mais comum oferecida pela indústria inicialmente. A questão aqui é a relação entre o tamanho dos seios e o tamanho das costas/tórax. Vamos pensar no exemplo: Você usa sutiã tamanho 40 e não se sente feliz, vai lá e coloca silicone. Passa a usar 44 e está feliz. Qual é o tamanho do seu sutiã agora? Não! Não é 44! Pois o seu seio agora é 44, suas costas continuam com a mesma medida. Então você é uma mulher com seio tamanho 44 e costas de tamanho 40 (usando a medida de sutiã como parâmetro).

Calma, o seu mundo não acabou. Existe um sutiã exatamente no seu tamanho, em uma loja bem perto de você. Para resolver isso a indústria da lingerie criou as medidas de taças. São medidas de bojos diferentes para mesmas medidas de costas. Abaixo uma tabela para exemplificar:

Nossa amiga do exemplo então não é mais 40 e nem é também 44. Ela é 40 taça D, ou 40D na etiqueta do sutiã. Isso significa que, ela continua utilizando uma medida de costas 40, porém o seio dela está dois tamanhos maiores. Como a medida padrão é a taça B, ela pulou a taça C (que seria o bojo/seio 42) e foi para a taça D, que é equivalente ao bojo do 44, partindo do 40.

Para testar o seu tamanho, caso a loja não possua sutiãs com medidas em taças faça o seguinte: Vista apenas o sutiã nas costas e encontre a medida que fica melhor. Depois vista apenas encaixando mesmo o bojo em um dos seus seios, e veja qual se adéqua melhor. Depois é só verificar na tabela. Se nas costas ficou bom o 44 e no seio ficou bom o 46, você é 44C por exemplo. Se ficou bom o 44 e no seio ficou bom o 42, você é 44A. E assim por diante.

Agora, antes de chegar as taças tome alguns cuidados:

  • Ao vestir o sutiã, procure acomodar calmamente com as duas mãos o seio no bojo do sutiã. **Lembrando que o único sutiã que não tem bojo é o da Madonna Erótica, em “X” com o seio de fora, mas é comum chamarem apenas os sutiãs de bojo pré moldados e rígidos de sutiã de bojo, mas a parte onde vai o seio é que é o bojo. Mas não vale a pena discutir com as vendedoras, então continue com o termo).
  • As palas laterais (a parte onde você fecha atrás, que vai até o bojo) + toda a circunferência do tórax devem ficar paralelas ao chão. Lembra daquelas mulheres que você vê na rua, com a parte de trás na nuca? Então, nunca seja uma delas, rs. Ao contrário do que pensam a maioria das mulheres, a parte do tórax é que da sustentação aos seios, mais do que as alças. Então esta parte precisa estar firme. O que não quer dizer apertado nem prendendo a circulação.
  • As alças, devem ficar cerca de 4 dedos do ombro (de fora pra dentro) e formando um ângulo reto com as palas laterais (tórax/costas). Muito para dentro e muito para fora, dependendo do peso do busto, podem provocar dores de cabeça que as mulheres demoram anos para descobrir. E ao tirar o sutiã, verifique se ficou um “buraco” ou uma marca onde ficam estas alças, se isso ocorre, ou a regulagem está errada, ou você precisa de alças mais largas para distribuir melhor o peso nesta região. E isso também causa enxaquecas.
  • A regulagem de costas serve para manter as posições como mencionei acima. Caso falte muito pouco para fechar e as demais recomendações estiverem ok, você pode fazer uso de um extensor. Mas cuidado, apenas se a distância for pequena. Se você utilizar um extensor para aumentar demasiadamente o tamanho das costas, pode alterar todas essas proporções acima, o que seria ruim no caso de um uso prolongado, levando a deformações e a possíveis dores de cabeça.

O sutiã correto não aperta, não prende a circulação, não incomoda e não deixa marcas. Porém te da segurança, faz você se sentir à vontade com os movimentos e claro o mais importante: Te deixa muito mais bonita e sensual. Agora corra para a loja mais próxima e abasteça sua gaveta!

Na próxima falarei sobre os modelos mais adequados a cada tipo de corpo.

Até lá!

Thiago Medina

Dúvidas e sugestões de pauta: thiago.medina@gmail.com